Panorama de testes disponíveis

ESTOQUE DE TESTES DISPONÍVEL PCR SARS CoV2 (*): 97.216

TESTES SOROLÓGICOS DE DETECÇÃO DOS SARS CoV2 (**)

Testes rápidos adquiridos: 155.380
Testes rápidos distribuídos: 99.400
Saldo/Estoque: 55.980

 

(*) A capacidade  atual de testagem para COVID do LACEN  é de 1200 amostras/dia, tendo chegado a processar no dia 19/06/2020 um total de 1.691 amostras. A metodologia utilizada é o diagnóstico molecular através da técnica de RT-qPCR (PCR em tempo real). A capacidade de testagem é definida pela capacidade analítica dos equipamentos instalados (Extratores automatizados de RNA, termocicladores, etc), assim como pelo quadro técnico responsável pela execução dos testes. O LACEN funciona 24hs por dia, sete dias da semana. O tempo para liberação dos resultados atual é de no máximo 36 horas, podendo chegar a 72 horas se a amostra for inconclusiva e necessitar de reextração ou reanálise.

Fonte: Laboratório Central do Espírito Santo (LACEN)

(**) Testes rápidos (IgM/IgG) NÃO têm função de diagnóstico de infecção por Covid-19, têm relevante utilização no mapeamento do status imunológico de uma população (que já teve o vírus ou foi exposta a ele). Tal mapeamento pode contribuir de forma positiva no processo de relaxamento das medidas restritivas, ou seja, quando do controle pandêmico, o mapeamento imunológico terá significativa relevância por ocasião do retorno das atividades.

O teste deve ser realizado apenas em pessoas sintomáticas, que receberam diagnóstico de síndrome gripal.

Devem ser realizados a partir do oitavo dia do início dos sintomas de síndrome respiratória, como febre, tosse, dificuldade para respirar ou dor de garganta, para detectar a presença de anticorpos (IgG e IgM), que são defesas produzidas pelo corpo humano contra o vírus SARS-CoV-2, que causa a COVID-19.

Os testes rápidos disponibilizados pela SESA utilizam amostras de sangue capilar e o resultado é verificado após 15 minutos.

Sobre os grupos prioritários para realização dos testes, consultar NOTA TÉCNICA COVID-19 N° 53/2020 – GEVS/SESA/ES.

Fonte: Subsecretaria de Estado de Vigilancia em Saúde


Dados atualizados em 08/08/2020